Segurança na Habitação

Morgado Blog

Segurança na Habitação

Segurança na habitação

Conjugar interesses e recursos disponíveis é desafiante, tal como o é, ter e manter a segurança da nossa residência.

O ano 2020 mostrou de uma forma muito repentina o quanto é importante o nosso lar. A nossa casa é o sitio onde podemos realizar varias tarefas num ambiente descontraído, por isso uma das preocupações de todos é manter a sua casa segura contra eventuais roubos, quer sejam de dinheiro, objetos de valor sentimental, quer seja pela sua própria segurança e pela segurança de toda a sua família que está em causa, mas pior do que os bens é ver a vida daqueles que amamos em perigo.

No passado, um sistema de segurança era visto como um objeto de luxo, o qual era só acessível a uma determinada classe social. Hoje em dia esse paradigma foi totalmente colocado de lado, passando a ser visto e utilizado como um objeto de segurança essencial no nosso dia a dia.

A segurança nunca esteve tanto na ordem do dia como hoje. Por isso, deve ser encarada a instalação de um sistema de segurança com outros olhos.

O que pode fazer para evitar estas situações é equipar as habitações com sistemas de segurança como câmaras de vigilância e monitores WiFi ligados a uma APP que possibilite visualizar e comandar tudoa partir do seu telemóvel em tempo real.

Desta forma, instalar um sistema de segurança tem hoje uma importância adicional.

Com vista a criar segurança às habitações e mais tranquilidade aos utilizadores a Vimar / Elvox sempre com um olhar atento às necessidades do mercado e indo de encontro com as dores dos seus clientes lança no mercado os monitores WIFI  projetados e equipados com um sistema que possibilita o reencaminhamento em tempo real, via WiFi de som / imagem, ativação dos principais comandos como a abertura de trinco da porta de casa, automatismo de portões e comutação de câmaras, caso existam, e interação com o exterior, tudo é feito através de uma APP instalada no telemóvel. Esta aplicação recebe e regista toda a informação seja qual for o lugar onde se encontre, desde que tenha cobertura 3G/4G.

Para além desta funcionalidade o sistema permite também fotografar ou fazer  vídeo sempre que alguém toque à sua campainha,  desde que o monitor esteja provido de um cartão SD parametrizado.

Para melhor poderem entender este mecanismo partilho convosco um acontecimento que se passou comigo na primeira pessoa.

“Certo dia dois indivíduos entraram no meu terreno para assaltarem a minha casa, a sorte foi que o meu vizinho descobriu e consegui afugentar os intrusos. Rapidamente contactei a polícia que tomou conta da ocorrência, só que, como não haviam provas com resolução suficiente para a identificação dos indivíduos, imagem ou vídeo, a queixa tinha que ser feita contra o desconhecido, o que não levava a nada.

Como tinha conhecimento deste monitor WIFi instalei-o na minha casa, e esta foi a melhor opção que tomei, passado alguns dias foi novamente incomodado com mais uma advertência, desta vez tocaram à campainha, não estava ninguém em casa, mas como tenho a aplicação do monitor WiFi instalada no meu telemóvel atendi pelo telemóvel. Quando atendi os visitantes pelo intercomunicador através do telefone estes identificaram-se como sendo de uma instituição de caridade que tinha recebido bens e estavam a distribui-los pelos moradores daquela rua, quem tocou à campainha pensava que estava alguém em casa. Tudo aquilo era muito estranho pois aquela rua não é propriamente uma rua onde existam carenciados. Assim pode através do aplicativo tirar uma fotografia às pessoas que estavam ali e dirigi-me novamente até uma esquadra de polícia e quando apresentei a fotografia e contei do sucedido fui aconselhado a apresentar formalmente queixa.

Passado pouco tempo a polícia confirmou que tinham identificados os indivíduos e que realmente estes faziam parte de um esquema de um “grupo organizado”.

Tudo este desfecho só se tornou possível graças às funcionalidades do monitor WiFi,

Aqui poderá obter mais informação sobre este sistema da Vimar/Elvox

Proteja-se a si e toda a sua família.

Ricardo Henriques

 

 

 

 

Voltar à lista